(11) 4122-6700 | (11) 4123-5677 | (11) 94886-0221

atendimento@fluxo.com

Laser para tratar vasinhos?

Muitas pessoas têm vasinhos e varizes nas pernas.  As mulheres são as mais acometidas e é o público que mais procura atendimento do angiologista ou cirurgião vascular para tratá-las.

A primeira etapa para o tratamento eficaz é identificar qual é causa do problema. Muitas vezes, os vasinhos visíveis podem ser originados a partir de veias maiores, às vezes nem sempre tão visíveis. Essas veias podem ser as microvarizes ou até mesmo a veia safena e muitas vezes necessitam que um exame de Doppler venoso seja realizado.

telangiectasias

Os vasinhos podem ser causados por muitos fatores, sendo o principal a genética. Isso mesmo! O principal fator para surgimento dos vasinhos está nos seus genes. Entretanto, outros fatores como ficar muito tempo em pé ou sentado, inatividade física, ganho de peso, gravidez e fatores hereditários podem acelerar e agravar o processo.

Tratamento dos vasinhos

As duas maneiras mais comuns e efetivas de se livrar dos vasinhos são através da escleroterapia (mais conhecida como aplicação de vasinhos) e pela técnica a LASER.

A escleroterapia é feita injetando-se na veia um agente químico que faz com que ela entre em colapso e feche.

O LASER atua secando os vasinhos, só que pela ação externa de uma luz com características bem próprias para cada tipo de lesão. O LASER que ajuda a rejuvenescer uma pele não necessariamente é o mesmo LASER que trata os vasinhos. Também não é o mesmo LASER que é utilizado em cirurgias para tratamento das varizes maiores.

A técnica CLaCs

Um dos tratamentos mais inovadores é a técnica CLaCs (um acrônimo em inglês para escleroterapia associado ao LASER) o CLaCs é usado para tratar varizes mais finas e superficiais  (as microvarizes) associadas aos vasinhos. Mas também pode ser usada somente nos vasinhos.

CLaCs = LASER transdérmico + escleroterapia (aplicação)

A técnica CLaCs é usada quando a aplicação com glicose (técnica mais conhecida) muitas vezes não é o suficiente para tratarmos as varizes, fazendo com que o resultado não apareça ou demore muito tempo para acontecer.

É um tratamento que é realizado no consultório, poupando o paciente de uma internação hospitalar (com seus riscos e inconvenientes). O CLaCs, como todas as outras técnicas, não cura as varizes; trata aquelas que existem, necessitando de reavaliações anuais após o tratamento para manter as pernas sem varizes.

Como funciona o CLaCs?

O CLaCs funciona pela associação das duas técnicas: LASER transdérmico (através da pele) e escleroterapia (aplicação de vasinhos). Primeiro realizamos disparos nas veias com o LASER e, se necessário, associamos a injeção do esclerosante (na forma líquida ou em forma de espuma densa). No vídeo abaixo, você entenderá melhor o processo de tratamento dos vasinhos usando o CLaCs.

Qual a vantagem do CLaCs sobre a aplicação e vasinhos convencional?

Como utilizamos duas técnicas com mecanismos de ação diferentes aumentamos a efetividade do tratamento. Além disso, não precisamos utilizar a potência máxima de cada uma desses tratamentos (LASER e escleroterapia). Isso praticamente elimina a chance de complicações sérias, tais como queimaduras ou manchas) de cada uma das técnicas.

Sim! Aplicação de vasinhos também tem suas complicações!

Uma outra vantagem é que o LASER favorece o tratamento de vasos que antes obrigatoriamente teriam que ser tratados com cirurgia de microvarizes. Isso diminui o desconforto e o inconveniente de uma cirurgia  e o tratamento se torna totalmente factível em regime de consultório.

Também tem a vantagem de ser um procedimento que envolve um nível pequeno de dor e com baixa probabilidade de complicações, reafirmando a capacidade de ser realizado totalmente em consultórios médicos.

Em relação a escleroterapia convencional, o CLaCs diminui o número de sessões necessárias para tratamento dos vasinhos.

Todas as varizes podem ser tratadas com CLaCs?

Esta técnica é usada para tratar vasinhos e microvarizes que têm até 2 milímetros de diâmetro e que sejam superficiais. O LASER tem um limite de penetração na pele, portanto quanto mais profunda a veia, pior para tratar com o LASER transdérmico.

Varizes mais grossas ou mais profundas devem ser tratadas com outras técnicas como a escleroterapia com espuma densa ou até mesmo a cirurgia (que também pode ser a LASER, mas com outras características e método de operação).

Existe contra-indicação ao tratamento dos vasinhos com a técnica CLaCs?

O LASER usado na técnica CLaCs tem características que permitem tratar vasinhos em diversos tipos de pele, no entanto, pele negra pode ser uma contraindicação devido ao risco de manchar a pele.

No entanto, cuidados devem ser tomados. Evitar se bronzear antes e durante o tratamento, evitar o uso de determinadas medicações tópicas são orientações importantes.

No entanto, poucas são as situações que impedem o tratamento dos vasinhos com LASER.

Existe complicações na técnica CLaCs para tratar vasinhos?

A principal, mas rara, complicação é a queimadura causada, na maioria das vezes, por pele bronzeada ou por equívoco no ajuste dos parâmetros do LASER, principalmente por inexperientes.

Com o LASER Nd-Yag de 1470 nm é muito difícil ocorrer esse tipo de complicação pela segurança que o mesmo apresenta para tratar vasinhos em diversas colorações de pele.

  • A hipocromia (mancha clara) pode ocorrer mais quando se trata peles negras ou bronzeadas.
  • As manchas hipercrômicas (escuras) podem ocorrer mais em função do componente convencional da aplicação dos vasinhos pela injeção do esclerosante. Felizmente a maioria das manchas são temporárias e desaparecem após algumas semanas, espontaneamente ou com a ajuda de cremes.

Quais devem ser os cuidados pré e pós o procedimento CLaCs?

  • A hidratação da pele é um dos fatores que mais influencia no preparo para o procedimento. Ela aumenta a eficácia do tratamento e diminui a probabilidade de manchas ou queimaduras no local em que o CLACS é realizado.
  • Deve-se evitar de usar cremes ou bases na pele no dia do procedimento .
  • O sol deve ser evitado tanto antes quanto durante o tratamento. Isso é significativo porque o bronzeamento muda a cor da pele e isso interfere no resultado do LASER no tratamento de vasinhos e microvarizes.
  • Exercícios físicos podem ser realizados já no dia seguinte ao procedimento.
  • A compressão elástica deve ser usada sempre que possível afim de melhorar o resultado e diminuir a chance de complicações.

Duas lembranças finais:

  1. O tratamento das varizes, seja ele qual for, é apenas uma parte do tratamento da doença chamada insuficiência venosa crônica. Os exercícios físicos para fortalecimento muscular, assim como o controle do peso corporal, devem ser feitos regularmente e de forma consistente para que a doença seja controlada.
  2. O tratamento de suas varizes e seus vasinhos, seja por qual técnica, tem que ser feito, obrigatoriamente, por um angiologista ou cirurgião vascular. São 6 anos de estudo e 4 de especialização para tratar, entre outras doenças, as varizes.

Tem alguma dúvida sobre aplicação de vasinhos a LASER?

Deixe um comentário ou agende uma consulta que ficaremos muito felizes em ajudar a você se ver livre de seus vasinhos e varizes.

Autores

,
Share This
Whatsapp