(11) 4122-6700 | (11) 4123-5677 | (11) 94886-0221

atendimento@fluxo.com

Perguntas frequentes sobre trombose e coágulos no sangue

Com que tipos de coágulos de sangue nas veias devo me preocupar ?

Existem dois tipos de coágulos de sangue anormais que se formam nas veias: o coágulo que se forma em uma veia geralmente na perna ou na pélvis é conhecido como trombose venosa profunda (ou TVP); quando o coágulo se rompe e viaja da perna para os pulmões, é conhecido como embolia pulmonar (ou EP), que é uma emergência médica, por que pode ser uma ameaça vital se não tratada imediatamente. Juntos, TVP e EP são conhecidas como uma condição chamada tromboembolismo venoso TEV, que é a terceira causa mais comum de morte cardiovascular no mundo. Coágulos podem se formar em outras veias, como nos braços.

Quão comum são coágulos nas pernas e pulmões?

TEV- trombose venosa profunda (TVP) e embolia pulmonar (EP) combinadas- ocorre em 1-2 por 1000 adultos todos os anos. As taxas aumentam acentuadamente após a idade de 45 anos, e são ligeiramente mais elevados nos homens do que nas mulheres.

O que causa esses tipos de coágulos de sangue?

Algumas causas de coágulos de sangue são “provocadas”- isso é, desencadeadas ou causados ??por eventos ambientais ou comportamentais (“gatilhos”), como o internamento hospitalar , o uso de estrógenos , gravidez, voos de longo curso – enquanto outros são “não provocados”, o que significa que são causados ??por eventos desconhecidos ou fatores hereditários (trombofilias).

Quais são os sinais de alerta e sintomas de trombose venosa profunda e embolia pulmonar ?

Os sinais e sintomas de um coágulo de sangue na perna, uma trombose venosa profunda ( TVP ), ou de um coágulo que viajou até os pulmões, uma embolia pulmonar (EP ), são diferentes um do outro. TVP pode causar dor nas pernas , sensibilidade e inchaço. EP pode causar falta de ar, dor no peito agravada pela respiração e tosse, às vezes expectoração com sangue.

Como são diagnosticados coágulos de sangue ?

Os sinais e sintomas de coágulos de sangue são comuns a outras doenças, por isso, os exames médicos são necessários para confirmar o diagnóstico. Estes testes podem incluir (quando disponível) de acordo com o contexto clínico :

  • O ultra-som (ultra-sonografia duplex) , que utiliza ondas sonoras de alta freqüência para produzir imagens dos vasos sanguíneos.
  • Venografia , na qual um agente de contraste é injectado na veia e o médico é capaz de tomar um raio-X dos vasos sanguíneos.
  • Ensaio de dímero-D (ensaio validado) , que mede a molécula liberada quando coágulos sanguíneos se dissolvem; elevados níveis de dímero D podem indicar um TEV ou PE mas são aumentados em outras condições. Por isso, em conjunto com probabilidade clínica , um nível de dímero-D abaixo do valor de corte exclui o diagnóstico de TVP e EP.
  • Angiotomografia (tomografia computadorizada / angiografia pulmonary), é um teste de diagnóstico que utiliza a tomografia para ver artérias pulmonares e diagnosticar embolia pulmonar.
  • Cintilografia pulmonar, uma técnica de varredura nuclear utilizada para diagnosticar a embolia pulmonar.

Coágulos de sangue nas pernas e pulmões podem ser evitados? Como?

Sim, a formação de coágulos de sangue anormais na perna e pulmões pode ser evitada A maioria dos casos ocorre em ou antes de 90 dias após a alta hospitalar; na verdade, coágulos de sangue são a principal causa de morte hospitalar evitável. Ao ser admitido no hospital , os indivíduos devem ser avaliados para o risco de desenvolver coágulos de sangue e, se julgar necessário, a terapia preventiva ( chamados de “tromboprofilaxia”) deve ser administrada. No hospital, os pacientes devem se manter em movimento e andar o quanto antes e o mais frequentemente possível para ajudar a reduzir o risco. Além disso, mais importante, no momento da alta hospitalar , alguns pacientes devem ser avaliados para a necessidade de continuar a profilaxia após a alta, e uso de meias antiembólicas continuo. O paciente deve receber instruções para os cuidados em casa, se necessário.

Como são tratados coágulos de sangue na perna e nos pulmões ?

Os pacientes com coágulos de sangue na perna , ou trombose venosa profunda (TVP), recebem tratamento com “afinadores” de sangue. O padrão precedente foi receber anti-coagulação injetável ( “anticoagulante” ) de medicamentos , tais como a heparina ou heparina de baixo peso molecular seguido de comprimidos , tais como a varfarina, durante três a seis meses. Uma nova geração de comprimidos de a”finamento do sangue , incluindo apixaban , dabigatran, rivaroxabana já estão disponíveis. Os pacientes que experimentam grande embolismo pulmonar (PE) pode ter o coágulo de sangue nos pulmões “dissolvidos” com um medicamento chamado trombolítico, a mais comum dos quais é o activador do plasminogênio tecidual (t-PA).

Quais as especialidades médicas estão preocupados com coágulos de sangue na perna e pulmões ?

Um coágulo de sangue na perna ou pulmão é uma das condições médicas únicas que podem ocorrer dentro do hospital em quase todas as especialidades médicas. Todo profissional de saúde, independentemente da sua área de atuação, precisa “pensar coágulos de sangue“, enquanto cuida de pacientes. Por exemplo:

  • Cirurgiões e profissionais hospitalares certamente tem que estar conscientes do risco de coágulo de sangue entre cirurgia e pós-operatório os pacientes e também pacientes clínicos (não cirúrgicos).
  • Oncologistas devem estar atentos para o alto risco de TEV em câncer e quimioterapia.
  • Obstetras e ginecologistas devem estar atentos a associação entre trombose venosa e gravidez.
  • Pneumologistas podem ser chamados para tratar embolias pulmonares.
  • Hematologistas clínicos podem estar conduzindo ambulatórios para cuidados e gerenciamento de TVP e EP.
  • Os clínicos gerais também desempenham um papel, afinal eles podem aconselhar os pacientes sobre o seu nível geral de risco para trombose venosa e embolia pulmonary.

Este artigo foi traduzido por Giulia Baptistella de Miranda e revisado por Robson Barbosa de Miranda do website http://www.worldthrombosisday.orgWorld Thrombosis Day – uma iniciativa da International Society on Thrombosis and Haemostasis

© 2014 The International Society on Thrombosis and Haemostasis, Inc. All rights reserved

Share This
Whatsapp